Artigos Científicos

21 de Maio de 2015
Higiene bucal duas vezes ao dia preveniria o câncer de cabeça e pescoço
Um meta-análise, realizada por investigadores chineses e publicada na Oral Oncology, encontrou novas evidências sobre a associação entre a escovação dentária e o câncer de cabeça e pescoço.

O sexto tipo de câncer mais prevalente no mundo é o de cabeça e pescoço (CCC) –o que inclui boca, garganta, seios paranasais, cavidade nasal, laringe, base do crâneo, e cabeça –compreende uma patologia terapeuticamente desafiante por seu comportamento heterogéneo. Desde 1986, uma série de estudos epidemiológicos publicados investigou a associação entre o habito de escovar os dentes e o risco deste tipo câncer.Entretanto, seus resultados ainda se mostram inconsistentes, segundo o estudo "Meta-analysis on the association between toothbrushing and head and neck cancer", a primeira meta-análise a respeito do assunto, tendo sido elaborada por investigadores de hospitais da China.

Publicada na última edição de Oral Oncology, seus autores realizaram a análise em PubMed e Embase até outubro de 2014, buscando identificar estudos observacionais sobre a relação entre a escovação dentária e o CCC. De acordo com o resultado dos 18 estudos de casos e controles analisados (que implicaram 7068 casos e 9990 controles), uma frequência maior de escovação dentária foi vinculada a um risco menor de câncer de cabeça e pescoço. Concretamente, encontrou-se que em comparação com a mais alta frequência de escovação, o nível mais baixo de higiene incrementou significativamente o risco do desenvolvimento destas patologias: 2,08 vezes (odds ratio = 2,08; intervalo de confiança de 95% = 1,65-2,62). Esta relação relevante se manteve constante depois de ajustada pelo consumo de tabaco e álcool.

Conforme a este estudo, durante o inicio e a progressão da doença periodontal, juntamente com a perda dental, os patógenos orais e a nitrosamina ingressariam ao tecido da cavidade bucal aumentando as probabilidades de carcinogênese. Portanto, estes investigadores recomendam a escovação regular pelo menos duas vezes ao dia (pela manhã e pela noite). Afirmam também que como o tabagismo e o consumo de álcool estabeleceram-se como fatores etiológicos predominantes para o desenvolvimento de câncer de cabeça e pescoço, apontam uma limpeza bucal frequente como um método eficaz para eliminar os resíduos de álcool, nicotina, alcatrão, e muitas outras substâncias tóxicas contidas nos cigarros. Solicitam ainda a todos os profissionais da saúde que eduquem seus pacientes sobre a pertinência e a importância de escovarem os dentes; ressaltando a importância de que educadores e professores inculquem nas crianças e jovens este hábito de higiene diário.

Instituto Core Journals de RIMA
Comentários
Seja o primeiro a comentar essa notícia.
Escreva seu comentário
Nome:
Email:
Comentário:
Código de verificação
Outros Artigos

@abmnet https://t.co/GcfdwBWrfg
Enviado em: 25/04/2019 | 16:14:18
@abmnet A ABM agradece a todos que fizeram parte da VI Lavagem do Peritônio. Ano que vem tem mais! https://t.co/PCEiMczO6w
Enviado em: 20/02/2019 | 18:32:38
INESS: Simulação Realística na Bahia
Médicos estrangeiros no Brasil. Deputado Mandeta
Tel.: 71 2107-9666
Rua Baependi, Nº 162
Ondina, Salvador - Bahia
CEP: 40170-070
2010 - 2019. ABM. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital